Um Alerta para Hoje

A verdade é que uma crise moral e ética assola nosso país e não podemos deixar de pensar nas crianças, adolescentes e jovens que estão em formação nestes tempos difíceis. Sabemos que a diversidade do nosso país faz com que grupos destas faixas etárias vivam em realidades diferentes, mas nem por isso menos perigosas. Resumindo: estas faixas etárias estão constantemente em situação de risco.

Essa geração tem maior liberdade, livre acesso ao mundo e poder de decisão, mas não tem experiência, sabedoria e relacionamentos familiares para viver num mundo assim.

As crianças, adolescentes e jovens são muitos influenciáveis e só a igreja brasileira ainda não descobriu isso. Todos os outros segmentos da nossa sociedade, da indústria do entretenimento até o submundo dos traficantes de drogas, já descobriram essa vulnerabilidade destas faixas etárias.

Aliás, esses segmentos disputam ferozmente a atenção de nossas crianças e adolescentes enquanto a igreja brasileira displicentemente os coloca nos porões, em segundo plano ou até mesmo no final da lista de necessidades. Se você já parou para ver o conteúdo ao que eles têm acesso nas programações de TV, nos filmes, músicas, games, Internet, nas escolas, nas áreas de lazer dos condomínios, nas festinhas, enfim, no dia-a-dia deles, você deve ter se dado conta do perigo que eles correm.

O desafio da igreja brasileira é se consciêntizar da situação de extremo risco das crianças e adolescentes da nossa comunidade, da nossa cidade e do nosso país. E orar para que Deus levante pessoas com paixão por crianças, adolescentes e jovens carentes de abrigo, de alimento, de amor, de relacionamentos, de valores, de educação, de carinho, de modelos cristãos e da Palavra de Deus.

Pois o tempo é agora, o momento é este e o depois  pode não existir porque uma geração passa muito rápido por nós!

Anúncios