Qual é o Foco do seu Ministério em 2012?

Talvez o seu planejamento para 2012 esteja pronto e meu post está atrasado… Mas como uma veterana no Ministério com Adolescentes, tenho quase certeza que esse post vem em boa hora, pois você ainda está planejando o Ensino para o ano de 2012. Acertei? Não vá me dizer que você não faz um planejamento de Ensino e fica maluco durante a semana para decidir o que vai ensinar no domingo!!! Isso é sério e é assunto para outro post! Prometo!

O principal desse planejamento e de tudo mais que você for fazer no seu Ministério é o FOCO. E é nisso que tenho refletido nos últimos dias de 2011 e nesse começo de 2012. Tenho observado muito atentamente a cultura na qual estamos vivendo, me ligando nos filmes, na TV, na Internet, em conversas com adolescentes, jovens e também com pais. E um versículo tem surgido constantemente nas minhas reflexões:

Romanos 12:2 “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” 

Sim, é isso que queremos para os nossos adolescentes! Os padrões que o mundo segue estão tão distantes dos padrões de Deus, que é uma verdadeira loucura pensar em nossos adolescentes vivendo uma vida que leva Deus a sério nesse mundo. Não há dúvida de que eles precisam mais do que nunca saber que não podem se amoldar à esse mundo vazio, corrupto, mal, impuro! Mas o que tem chamado mais minha atenção não é essa primeira parte do versículo, e sim a segunda parte que diz: para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” E meu grande questionamento tem sido:

Será que não colocamos uma ênfase tão grande na primeira parte do versículo, que acabamos deixando de lado ou em segundo plano a tão  importante conclusão e segunda parte do versículo?  Pois o verdadeiro motivo para não nos deixarmos levar pelo que o mundo valoriza é para que possamos ter uma experiência com Deus, cuja vontade é nada mais, nada menos que boa, perfeita e agradável.

A Bíblia parafraseada “A Mensagem” coloca esse versículo assim: “Não se ajustem demais à sua cultura, a ponto de não poderem pensar mais. Em vez disso, concentrem a atenção em Deus. Vocês serão mudados de dentro para fora. Descubram o que ele quer de vocês e tratem de atendê-lo. Diferentemente da cultura dominante que sempre os arrasta para baixo, ao nível da imaturidade, Deus extrai o melhor de vocês e desenvolve em vocês uma verdadeira maturidade.” Dizemos aos nossos adolescentes que Deus os leva a maturidade e ao ponto onde eles podem dar o melhor deles mesmos? Ou ficamos apenas listando as coisas que eles NÃO podem fazer?

Isso me fez lembrar o bullying que minha filha, hoje com 25 anos, sofria no colégio quando adolescente. Alguns colegas lhe faziam perguntas como: “você vai poder beber na festa de fulana?” ou “você pode ficar com siclano?”; para logo em seguida responder: “Ah, esquecemos que você é da religião do ‘Não Pode’!” e caiam na risada! Ao invés de somente ficarmos indignados como eu ficava na época, vamos refletir sobre o que fazemos que leva os de fora da igreja e até nossos adolescentes a nos chamar de religião do  ‘Não Pode’:

  • Será que colocamos muita ênfase nos NÃO e deixamos de discutir com eles o que Deus tem preparado de melhor para nós?Afinal se Deus diz NÃO para algo é porque tem outra coisa melhor para nós.
  • Será que é porque somos mais conhecidos pelas coisas contra as quais lutamos do que pelas coisas que defendemos? Dan Kimball diz exatamente isso em seu livroEles gostam de Jesus mas Não da Igreja”. Nós cristãos somos mais conhecidos por sermos contra o sexo fora do casamento do que por “cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades”  Tiago 1:27
Quantas vezes desequilibramos as duas partes da mensagem que esse versículo de Romanos 12:2 nos traz e por isso deixamos de fazer diferença na vida de nossos adolescentes? Sei que somos apenas instrumentos de Deus e que seu Espírito Santo é que faz a diferença na vida dos adolescentes apesar de nós. Mas temos o privilégio de termos sido chamados para ajudar nessa missão e muitas vezes nos tornamos pedra de tropeço, quando fazemos do Cristianismo a religião do ‘Não Pode’! e esquecemos de mostrar o que ser cristão e experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.  
Sei que fazemos isso sem perceber, com a intenção de proteger nossos adolescentes, mas erramos da mesma forma. Por isso convido vocês a uma reflexão séria e profunda sobre qual será o FOCO do seu ministério em 2012. E minha sugestão é que vocês busquem na Palavra de Deus o equilíbrio para isso. Além de outros textos, o versículo que tem falado mais alto ao meu coração é:
“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”  Romanos 12:2
E você? Já refletiu sobre isso?
Anúncios