Sofrimento e Morte: Como os Adolescentes Enfrentam essas Realidades

APTOPIX Brazil Nightclub Fire

A semana passada foi marcada por sofrimento, morte, dor e pesar em todo o Brasil. A trágica morte de centenas de jovens no incêndio da boate Kiss em Santa Maria, RS atingiu todos nós. Pais enterrando seus jovens filhos não é o que chamamos de “ordem natural das coisas”. Centenas de vidas e sonhos interrompidos bruscamente não é uma realidade do nosso dia a dia e o país inteiro ficou paralisado diante da tragédia.

fuvest-aprovados-uspSanta Maria Jovem carregando jovemUm contraste muito grande com as fotos de jovens alegres que acabam de vencer a temível etapa do vestibular e vão começar a realização de seus sonhos nas universidades do país. A tragédia, o sofrimento e a morte convivendo lado a lado com a vida, alegria e sonhos. Essa é a inegável realidade da nossa vida no planeta Terra. Mas para aqueles que trabalham mais diretamente com adolescentes e jovens, fica a questão: Como nossos adolescentes enfrentam o sofrimento e a morte? Que questões estão saltando na mente e coração deles?

Muito provavelmente são as questões que perseguem os homens desde sempre: Por que Deus permite o sofrimento de inocentes? Como um Deus bom pode permitir que o mal aconteça? Por que Deus não impede tragédias como essa de acontecerem?

Não tenho a pretensão de ter todas as respostas nesse post, (até porque teólogos discutem isso há séculos) mas meu objetivo é levantar esse importante ponto da teologia e desafiar vocês a pensarem em maneiras de abordar o assunto com seus adolescentes, jovens ou filhos. E sugerir fontes que possam ajudá-los nessa tarefa.

A Bíblia nos traz muitos textos e histórias que falam de sofrimento e morte e para mim a mais emblemática de todas é a história de Jó, que inclusive perdeu todos seus filhos de uma só vez . Mas não podemos esquecer a pergunta que assombra o salmista em meio ao sofrimento: “Onde está o seu Deus?”  

problemadomal_mA questão é tão profunda que se diz que um dos principais motivos para homens como Charles Darwin e Albert Einstein terem se rendido ao ateísmo foi a falta de entendimento do problema do sofrimento e do mal. Teólogos respeitados em nosso meio como o Pr. Luiz Sayão tem se dedicado ao estudo desse tema, que é tema de seu recente livro “O problema do mal no Antigo Testamento” e de debates.

No momento que passamos agora algumas verdades não podem ser esquecidas:

IsGodJustAHumanInvention2Se você tem facilidade para ler na língua inglesa também recomendo o livro “Is God Just a Human Invention?” de Sean McDowell

Acima de tudo, precisamos orar por todos aqueles que perderam seus queridos nessa tragédia. E precisamos de sabedoria para ajudar nossos adolescentes e jovens e terem uma visão cristã sobre o sofrimento e a morte. Uma visão que não negue essas realidades, mas que possa compreendê-las à luz da Palavra de Deus.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s