Como os Adolescentes Lidam com a Tecnologia?

Foto: FreeDigitalPhotos.net

Foto: FreeDigitalPhotos.net

A resposta para essa pergunta seria assunto de um livro, mas vou tentar discutir alguns pontos principais num post! Vivemos cercados pela tecnologia e somos beneficiados por tudo o que ela nos trouxe, mas isso se torna ainda mais intenso quando pensamos em adolescentes e jovens.

A tecnologia é um grande avanço que fascina a todos e que exerce uma grande influência nas gerações mais novas. Embora isso tenha o seu lado bom, cada vez mais temos que lidar com os efeitos nocivos da tecnologia, principalmente com a Dependência Tecnológica. Esse é um problema mundial e tão grave que o Hospital das Clínicas de São Paulo iniciou um trabalho voltado para esse transtorno com o  Grupo de Dependência Tecnológica do Programa de Transtornos do Controle dos Impulsos . Especialistas de todo o mundo já começam a considerar a Dependência Tecnológica como um problema de saúde pública.

Foto: FreeDigitalPhotosnet

Foto: FreeDigitalPhotosnet

O problema tem aumentado muito nos últimos anos no Brasil, principalmente pelo avanço dos Smartphones (objeto de desejo da maioria dos adolescentes), pelo uso frenético das Redes Sociais (Facebook, Twitter, Instagram) pelas gerações mais novas e pelo estilo de vida solitário que temos.

Os adolescentes são os mais suscetíveis à esse tipo de dependência, havendo uma diferença entre garotos e garotas. Os garotos buscam mais o entretenimento e a competição (games), enquanto as garotas tem uma tendência maior para ações multitarefa e focam sua atenção para a comunicação (redes sociais, mensagens de texto). Essa maior suscetibilidade é devida principalmente à estrutura cerebral do adolescente. As mais recentes pesquisas tem mostrado que nessa etapa da vida o cérebro não está completamente formado, no que diz respeito ao seu funcionamento. Ele ainda não desenvolveu a capacidade de impedir comportamentos e principalmente de prever as consequências de suas ações. Isso só começa a acontecer a partir dos 20 anos de idade. Por isso o adolescente chega a passar a noite acordado jogando, trocando mensagens nas redes sociais ou navegando na Internet. Ele sabe que tem que dormir cedo para poder ir à escola no dia seguinte, mas não consegue medir as consequências de passar a noite em claro.

Foto: FreeDigitalPhotos.net

Foto: FreeDigitalPhotos.net

Também é muito importante ressaltar que a dependência dos games é devida a liberação de dopamina pelo cérebro. A dopamina é um neurotransmissor cerebral responsável pela sensação de bem estar. É essa sensação de bem estar que vai levar à dependência dos games e de drogas. Os dois tipos de dependência envolvem a busca por sensações agudas de prazer.

Adolescentes e jovens sabem muito bem como usar tudo o que a tecnologia oferece, mas não conseguem ter o controle sobre esse uso e acabam ficando reféns da tecnologia. É preciso, entretanto, diferenciar o desejo normal de mandar mensagens, postar na redes sociais e usar games da Dependência Tecnológica. A dependência acontece quando o adolescente perde o controle sobre o uso da tecnologia e não consegue mais administrar o tempo que fica jogando ou fica conectado.

Outro importante fator a ser considerado são os problemas de comunicação que os adolescentes podem ter.Ele não faz mais chamadas telefônicas, ele manda mensagens ou torpedos. E isso acontece muitas vezes dentro de casa, quando o adolescente chega a se comunicar com os pais ou irmãos que estão em outros ambientes da casa, apenas através de mensagens. O adolescente dependente troca as conversas reais por conexões virtuais.   

E são as conversas com os outros que nos ajudam a desenvolver conversas com nós mesmos ou a capacidade de auto-reflexão. Para crianças e adolescentes em formação há um grande prejuízo no desenvolvimento do auto conhecimento. Então devemos nos perguntar: como esse adolescente vai se comportar em relação à sua espiritualidade, ao seu relacionamento com Deus, se não desenvolveu corretamente a capacidade de auto-reflexão? Como ele vai se relacionar com seus pares, vai refletir sobre suas ações e seus erros se essa capacidade está prejudicada?

Sempre que penso em “dependência”, lembro que quando dependemos de qualquer outra coisa que não seja Deus, deixamos que o objeto da nossa dependência assuma o lugar de Deus na nossa vida. Podemos comparar isso à idolatria, que acaba nos afastando de Deus. Vale lembrar as palavras do próprio Jesus em Mateus 6:24 e Mateus 22:37-38 .

Cabe à nós, pais, líderes e professores de adolescentes ajudá-los à controlar a tecnologia e não se deixar controlar por ela. 

Para assistir à Palestra “Internet, gamemania e compulsão tecnológica” clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s