Quando Deus Renovou meu Chamado

Logo da NYMC 2009

Logo da NYMC 2009

Servir a Deus no Ministério de Adolescentes é muito bom, mas não é nada fácil. Se você está nesse ministério por um tempinho, sabe bem do que eu estou falando.

Era apenas o começo de 2009, e a igreja na qual eu trabalhava estava fazendo uma “santa” pressão para que eu deixasse o ministério da Nova Geração e me dedicasse ao ensino de adultos. Afinal, eu tinha meu MDiv e era muito qualificada. Em outras palavras, qualificada demais para servir no Ministério de Adolescentes. Esse tipo de elogio era quase que uma ofensa para mim, pois tinha ido para o Seminário estudar e me preparar para servir nesse ministério. E apesar de ter todo o apoio do meu chefe na época, o pastor das Faixas Etárias, eu ficava em dúvida. Valia a pena viver brigando por mais espaço para os adolescentes na igreja, trabalhar muito e ganhar tão pouco?

Group capaSou assinante da revista norte-americana Group e estava “namorando” uma Conferência de Ministério de Adolescentes que aconteceria em Columbus Ohio, no final de fevereiro daquele ano. Então 10 dias antes dessa Conferência, decidi que iria participar dela e iria buscar respostas de Deus lá. Só havia alguns probleminhas: as inscrições estavam esgotadas, não havia lugar nos hotéis, precisava comprar uma passagem para os EUA, convencer meu chefe e implorar para o meu marido. Para encurtar uma longa estória, resolvi todos esses probleminhas com alguns telefonemas no espaço de mais ou menos uma hora.

Livro que eu ganhei

Livro que eu ganhei

Dia 27 de fevereiro, à 1:00h da manhã desembarquei em Columbus, Ohio. A família que havia hospedado meu filho durante seu intercâmbio nos EUA, veio me buscar e me dar abrigo. Eles moram numa pequena cidade distante 1 hora de Columbus. Às 10 horas daquele mesmo dia, eu chegava no Centro de Convenções para a Pré-Conferência com Doug Fields sobre como liderar e manter uma equipe voluntária. Eram cerca de 140 pessoas na sala e ao término da primeira parte o Doug disse que daria seu mais recente livro para a pessoa que havia vindo de mais longe. E como eu era a única estrangeira da sala, ganhei o livro.

Meu crachá com os bottons

Meu crachá com os bottons

No final da Pré-Conferência, o Doug veio conversar comigo: como eu tinha ido parar lá? Minha igreja no Brasil estava me enviando? Quem era eu? Contei rapidamente para ele minha estória e no mesmo instante Doug pegou seu rádio e chamou a Kami Gilmour. Ela era a diretora da Conferência e assim que ela chegou na sala, o Doug pediu para ela ir comigo até a livraria da Conferência para que eu pegasse tudo o que iria precisar! O quê? Esse cara é louco? Mal me conheceu e resolve me dar todo o material que eu quisesse? Perguntei por que ele estava fazendo aquilo e ele me respondeu que assim eu voltaria para o Brasil com material suficiente para dizer à liderança da minha igreja, que o Doug Fields estava mandando eu continuar no Ministério de Adolescentes! Será que Deus estava respondendo minhas perguntas?

Foi com essa dúvida que comecei a assistir o vídeo de abertura da NYMC algumas horas mais tarde. E as frases do vídeo começaram a falar diretamente comigo:

Você se lembra:

  • O que sentiu quando soube que estava embarcando numa jornada para mudar vidas
  • E aquele momento em que um garoto se rendeu e aceitou a Cristo
  • Do olhar deles quando só você e ninguém mais parecia se importar com eles
  • Quando você quis largar tudo, mas voltou atrás na manhã seguinte
  • Da primeira vez que sentiu que não estava só no ministério
  • E daqueles dias em 2009, em Ohio, quando Deus renovou seu chamado para o Ministério de Adolescentes?

Nessa altura, aos prantos, tinha vontade de gritar: “Sim, eu me lembro Senhor!”. Mas logo veio a dúvida: Será que Deus está respondendo minhas perguntas?

Braddigan

Braddigan

Depois de ouvir dois garotos, Alex e Brett Harris, falando sobre o livro deles “Do Hard Things”, (“Radicalize” na edição em português) uma banda subiu ao palco e antes de começarem a tocar, eles se apresentaram. Era a banda Braddigan composta por Brad Corrigan (americano), Reinaldo (porto riquenho) e Tiago (brasileiro!). Eles começaram tocando uma música composta por eles nas 3 línguas e alguns segundos depois, todo o auditório de 2000 pessoas estava louvando a Deus em português! Sim, Deus estava respondendo minhas perguntas!

Quero encorajar você que tem lutado bravamente para sobreviver no Ministério de Adolescentes. Deus quer pessoas preparadas e apaixonadas por esse ministério! Você não está sozinho! Vamos nos unir por esse ministério no Brasil!

Lembro-me da minha aflição e do meu delírio, da minha amargura e do meu pesar.
Lembro-me bem disso tudo, e a minha alma desfalece dentro de mim.
Todavia, lembro-me também do que pode dar-me esperança
Lamentações 3:19-21 

Sonhe comigo e sonhe com a SYMC 2014

Anúncios