Criando Filhos Pré-Adolescentes Cristãos num Mundo Prematuramente Adulto e Sem Deus

O título pode parecer assustador e muitos pais podem traduzi-lo como MISSÃO IMPOSSÍVEL. Apesar de ser uma missão muito difícil, ela não é impossível. Nossa cultura nos leva a ter que ajudar nossos filhos a lidarem prematuramente com questões sobre sexualidade, drogas e violência. Nosso papel como pais é de dar aos nossos filhos instrumentos e ferramentas para viverem como cristãos num mundo sem Deus.

No que se refere à sexualidade, queremos que nossos filhos entendam e assimilem a visão de Deus sobre sexo e sexualidade. E para que isso aconteça, nós temos que ser a primeira e a principal fonte de informações sobre sexo para eles. Entretanto esse pode ser um assunto difícil e embaraçoso para tratarmos com eles. Mas temos que encarar isso como parte importante no nosso papel de pais cristãos. Por isso preparamos algumas dicas para ajudar você:

1) Fica mais fácil tratar de assuntos “complicados” com seu filho, se você já tiver estabelecido uma boa comunicação com ele nos assuntos mais simples. O tempo que gastamos construindo um bom relacionamento e um bom canal de comunicação com nossos filhos nas questões mais corriqueiras vão contribuir muito para que possamos abordar assuntos como a sexualidade.

Isso implica em sermos realmente presentes na vida de nossos filhos. A máxima de que o que importa é a qualidade de tempo que dedicamos aos nossos filhos e não a quantidade de tempo não é exatamente uma realidade. Construir um relacionamento de intimidade e confiança leva tempo e não acontece apenas com momentos esporádicos.

2) Não se preocupe em dar informações sobre sexualidade cedo demais. Muitos pais têm medo de falar sobre sexualidade na pré-adolescência porque acham que isso vai despertar nos filhos interesse em um assunto para o qual eles não estão preparados. Infelizmente a realidade é que hoje, quando nossos filhos chegam na pré-adolescência, eles já tem muitas idéias sobre a sexualidade porque estão sendo constantemente bombardeados por esse tema pela TV, Internet, filmes, amigos, etc. E geralmente as idéias que são passadas por esses meios de comunicação são erradas e distorcidas. Eles precisam ouvir de nós a verdade de Deus sobre a sexualidade.

Além disso, é preciso lembrar que dificilmente eles tomarão a iniciativa de vir nos perguntar sobre assunto “tabu”, principalmente quando chegam na pré-adolescência. Precisamos ter sabedoria e coragem para levantar o assunto com eles.

3) Viva o que você ensina. Os filhos aprendem muito sobre amor e sexualidade observando como seus pais interagem nesses aspectos do relacionamento. Eles vão entender que demonstrações de afeto físico é uma forma natural das pessoas casadas demonstrarem seu amor um pelo outro. Isso vai criar neles um senso interior de que a alegria da intimidade física entre um homem e uma mulher é alcançada dentro do casamento. Nossas ações, valores e crenças têm uma grande influência na vida e no amadurecimento dos nossos filhos.

4) Seja acessível às perguntas e dúvidas. É normal sentirmos um certo desconforto ao conversamos com nossos pré-adolescentes sobre sexo e sexualidade, mas é nossa função como pais ajudar os nossos filhos a serem adultos sexualmente saudáveis. Podemos conversar com outros pais cristãos, com pastores, com os líderes de seus filhos na igreja. Participar de cursos ou palestras sobre isso ou ler livros relativos a sexualidade pode ajudar bastante a tornar essas conversas com seu filho mais fáceis.

É importante que seus filhos sintam que podem contar com vocês quando tiverem uma dúvida ou problema quanto à sexualidade. Não demonstre estar escandalizado ou bravo mesmo quando eles lhes fizerem perguntas difíceis ou contarem casos de arrepiar os cabelos. Se eles pensarem que você vai fugir do assunto ou sempre dar uma bronca ou sermão quando o assunto é sexo, você será a última pessoa que eles vão procurar para falar do assunto. Eles precisam ter a certeza de encontrar em você um porto seguro, uma fonte de força e ajuda quando tiverem dúvidas ou problemas. Mesmo quando eles estiverem agindo errado, eles precisam se sentir seguros de compartilhar o erro com você. Isso não quer dizer que você vai “passar a mão sobre a cabeça dele” ou minimizar as coisas erradas, mas sim que você vai corrigi-lo em amor e sempre visando a restauração dele.

5) Esteja atento aos momentos informais para ensiná-los sobre sexo e sexualidade. Feliz ou infelizmente a cultura na qual vivemos proporciona inúmeros momentos informais para que conversemos sobre sexo e sexualidade com eles. Por isso procure criar um ambiente seguro onde vocês possam conversar informalmente sobre o assunto.

Geralmente as crianças têm muitas perguntas sobre sexo, mas quando eles chegam na pré-adolescência, eles se retraem e eles não perguntam quase nada. Por isso a iniciativa provavelmente vai ter que ser sua. Um bom começo é discutir as novelas, filmes, programas de TV e revistas com eles. Você também pode conversar sobre casos próximos a eles, coisas que estão acontecendo com amigos, parentes ou conhecidos.

Especialistas estão convencidos de que conversar com seus filhos sobre sexualidade e sexo é uma das melhores maneiras que você tem para protegê-los das informações erradas e pressões negativas que eles vão sofrer no mundo de hoje.

6) Não transforme as conversas sobre sexo e sexualidade em sermões. Dê espaço para que seus filhos falem, pois assim eles se sentirão seguros e você terá idéia do quanto eles sabem ou não do assunto. À partir disso, você pode começar a conversa. Mas evite a todo custo iniciar um sermão de 3 pontos sobre os males do sexo pois isso pode irritá-los e afastá-los. Fale com verdade e paixão sobre os maravilhosos planos de Deus para o sexo ao invés de apontar apenas os pontos negativos e levar seus filhos a simplesmente “se desligarem” do assunto.

7) Volte o foco da conversa para as Escrituras.É importante deixar bem claro para eles que nossa sexualidade é um presente de Deus e por isso precisa ser tratada com muito cuidado. Precisamos ensiná-los a separar o que há de bom na criação das distorções ruins que o pecado e o homem trouxeram.

Você precisa ajudar seus filhos a entenderem que os planos de Deus para o sexo são para que ele seja usado de forma sábia e para o nosso bem. Há vários versículos que falam do sexo como presente de Deus para nós: Gn 1:26-28; Cantares de Salomão; Pv 6:20-35; Pv 7:1-27; Mt 5:27-30; Mc 7:18-23; 1 Co 6:12-20; Gl 5:16-21; Ef 5:3; Cl 3:5-9; 1 Ts 4:3-8.  Há outros que falam da imoralidade sexual e tentação: Gn 19:1-38; Gn 34:1-31; Gn 39:1-22; Js 6:15-25; 2 Sm 11:2-12:23; 2 Sm 13:1-22; 1 Rs 11:1-13; 1 Co 6:9-11.

Procure ler a Bíblia com seus filhos, abordando esses assuntos de uma maneira informal e gostosa. Também gaste tempo orando com seus filhos e por eles para que eles possam entender os planos de Deus para o sexo e possam enfrentar os desafios e as tentações cada vez maiores que eles enfrentarão.

Falar sobre sexo e sexualidade com seus filhos talvez seja uma das mais importantes conversas que você pode ter com eles nos dias de hoje. Essas conversas precisam começar cada vez mais cedo e duram por anos e anos. Vivemos num mundo totalmente enganado sobre a natureza do sexo e sobre nossos papéis como seres sexuais criados por Deus. Mas a mensagem de Deus é muito clara: Deus criou o sexo e por isso ele é bom se for usado da maneira que Deus planejou.

Ana Lucia Bedicks

Data: 26/10/2007

3 respostas em “Criando Filhos Pré-Adolescentes Cristãos num Mundo Prematuramente Adulto e Sem Deus

  1. Maravilhoso esse texto! Realmente Ana não há outro lugar melhor para que nossos pre adolescentes aprendam sobre sexo do que no seio da família, aonde temos a oportunidade de ensina-los e livra-los das muitas distorções que existem nos ambientes que eles mesmos convivem!

  2. Oi Ana, muito bom seu texto. Com frequência me pego buscando informações sobre a adolescência com vários especialistas, o que acho bom, mas sinto que as vezes dou maior peso a essas informações e acabo esquecendo do que a Bíblia diz. Gostei quando nos levou a voltar a ter o foco da conversa nas escrituras. Obrigada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s